Veneza: Dicas de viagem

Aqui seguem as melhores dicas de viagem em Veneza, Itália,para experienciar verdadeiramente uma das cidades mais belas do mundo:

-Visite a Praça de São Marcos ao início do dia ou ao fim do dia. Nessa altura a basílica está fechada e não vai encontrar as excursões de turistas que fazem fila para visitar o interior da basílica. A entrada é gratuita, mas as filas podem levá-lo a desistir. Se estiver mesmo nas suas intenções visitar o interior da basílica é melhor comprar um bilhete que lhe dá prioridade para entrar. Custa € 3,00 por pessoa e tem que escolher a hora de entrada.

Site para comprar o bilhete com prioridade de entrada: https://www.venetoinside.com/attraction-tickets-in-veneto/tickets/skip-the-line-saint-marks-basilica/

-Passe calmamente pelo café Florian. Se não quiser consumir (um simples café custa € 6) observe apenas, entre a fazer de conta que procura uma mesa, ouça a música que é tocada ao vivo;

-Visite o mercado de Rialto, as bancas de venda do peixe e das frutas. Quando o mercado do peixe fecha, as gaivotas começam a invadir os sacos do lixo para roubar os restos de peixe;

-Visite a livraria Acqua Alta, para alguns a livraria mais bonita do mundo. Nesta livraria vai encontrar os livros guardados em gondolas e banheiras por causa do fenómeno da acqua alta;

-Suba ao Campanário da Igreja San Giorgio Maggiore. Dali pode ver vários pontos de Veneza e observar a zona da Praça de San Marcos. Dentro da igreja encontra os últimos quadros do pintor Tintoretto;

-Locais obrigatórios a visitar?

Em Veneza não há lugares obrigatórios a visitar. Veneza é, como se costuma dizer, um museu a céu aberto. Por todo o lado parece que está dentro de um museu ao ar livre. Percorrer as ruas de Veneza é suficiente para se sentir o que é viver na cidade mais única do mundo;

-É claro que, se tiver tempo e vontade, deveria entrar dentro da Basílica de São Marcos, visitar o Palácio Ducal, subir à Torre do Campanário, visitar a Scuola Grande San Rocco, a Gallerie dell Accademia, ver a Coleção Peggy Guggenheim;

-Visite Murano e Burano apenas se tiver um dia extra. Murano não tem o encanto de Veneza e serve maioritariamente para mostrar os trabalhos em vidro aos turistas. Burano é encantador. Porém, para lá chegar tem que primeiro chegar a Murano e depois apanhar mais um vaporetto que demora 40 minutos. Vá apenas se tiver muito tempo;

-Sente-se junto ao canal a observar os vaporettos e as gôndolas a passar;

-Faça um passeio só para se perder sem ter nenhum destino em vista;

-Compre o passe Venezia Única e use várias vezes o vaporetto. Cada viagem de vaporetto custa € 7,50. Se andar três vezes de vaporetto já compensa comprar o passe. Se estiver cansado de caminhar, nada melhor do que entrar no vaporetto e ver a cidade sentado;

https://www.veneziaunica.it/en/e-commerce/services
Passe transportes vaporetto e autocarro (Lido e Mestre):
1 dia: € 20
2 dias: € 30
3 dias: € 40

-Se andar de vaporetto tente encontrar um lugar no início ou no fim do barco. São lugares exteriores que dão uma perspectiva espetacular da cidade. Se os lugares estiverem cheios, espere um pouco que alguém saia. Vale a pena!

-Percorra o Grande Canal à noite que, ao contrário do que estaríamos à espera, não fica plenamente iluminado. A maior parte da iluminação pública fica junto aos canais. Os edifícios ficam com um ar mais obscuro, mas isso até dá à cidade um ar único e misterioso;

-Percorra o Grande Canal no sentido da Piazzale de Roma ao por do sol, altura em que os últimos raios de luz do dia cobrem os edifícios da cidade, dando-lhe um encanto muito especial;

-Se visitar Veneza no verão leve fato de banho e vá à Ilha do Lido, que tem praias excelentes banhadas pelo mar Adriático. As águas são quentes e depois de andar o dia inteiro a caminhar em Veneza nada melhor que dar uns mergulhos;

-Coma muitos gelados! Itália é a rainha dos gelados e em Veneza encontra-se bom “gelato” quase por todo o lado. Não se esqueça das famosas granitas que são tão refrescantes e saborosas!

Algumas sugestões de gelatarias em Veneza
Gelataria Alaska Calle Larga dei Bari 1159, Santa Croce, Venice, Italy
Gelato di Natura – San Giacomo dell’Orio Santa Croce, 1628, 30125 Venezia, Italia
Gelataria La Mela Verde Fondamenta de l’Osmarin Castello 4977, 30122

-Leve calçado confortável. Vai caminhar muito. Se quiser, claro. Se ficasse junto ao canal só a observar, já estaria a absorver Veneza;

-Esqueça os mapas. Não vale a pena. Se quiser visitar algum sítio em particular é melhor tentar encontrar um ponto de localização ou alguém que esteja a utilizar o GPS do telemóvel. Veneza ainda usa uma forma medieval de identificação das ruas. Apesar de as ruas terem nomes e a casas terem números é muito difícil localizar um local apenas com o nome e o número.

Primeiro precisa de saber qual é o bairro (sestier). Há seis: Cannaregio, San Marco, Castello, Santa Croce, San Polo e Dorsoduro. Cada bairro está dividido em Paróquias (Parocchia). Depois é que tem que saber o nome da rua que pode ser uma: calle (pequena rua); fondamenta (rua maior que segue o canal); ruga ou rughetta (ruas com lojas); strada (rua maior mas que não se encontra junto aos canais); sotoportego (passagem por um túnel); campo ou campiello (praças);

-Quer comer barato em Veneza?

A cidade de Veneza recebe multidões de turistas durante todo o ano e não faltam locais onde pode comprar enormes fatias de pizza, massas e sandes a preços acessíveis. O único problema é que a maior parte desses sítios não tem mesas e cadeiras para se sentar. Tem que consumir no exterior, em pé, sentado no chão, em escadas ou junto aos canais.

Sugestões de locais para comer “pasta” e pizza, barata e com qualidade em Veneza

-Prove o spritz, a bebida típica de Veneza. O spritz nasceu no período em que a cidade era dominada pelos austro-húngaros e é um aperitivo alcoólico que mistura água gaseificada com vinho;
– Sempre que encontrar uma casa de banho (e não são muitas) ou entrar num estabelecimento que esteja provida com alguma, utilize e não deixe para depois;

Mapa das casas de banho públicas em Veneza: https://www.comune.venezia.it/pt/content/mapa-das-reas-de-restaura-o-e-das-casas-de-banho-p-blicas
https://www.comune.venezia.it/sites/comune.venezia.it/files/aree%20ristoro%20azzurro%20polvere.pdf

-Se ficar indisposto, há vários locais onde se encontram prontos socorros, com médico e enfermeiro. Em Veneza, as ambulâncias são barcos, claro, e tocam para que os vaporettos e as gondolas as deixem passar;

Para saber quais os locais onde pode encontrar os “pronto soccorso”: http://www.healthvenice.com/default-it.aspx
-Andar de gôndola?? Só se fizer questão. A viagem é cara e nunca custará menos de € 80. A maior parte dos gondoleiros
não são simpáticos e há quem diga que as gôndolas até são parecidas com carros funerários. Há também quem as ache o veículo mais romântico do mundo. A decisão é sua.

-Compre uma máscara, mesmo que seja de íman de frigorífico, como lembrança

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *