Países em que é necessário visto

ÁSIA

China
http://pt.china-embassy.org/pot/lqsw/t1081047.htm

Preço do visto: 1 entrada: 35 euros, 2 entradas: 53 euros, múltiplas de 6 meses: 70 euros, múltiplas de 1 ano e de 2 anos: 105 euros. O pagamento pode ser realizado através de transferência bancária ou por multibanco.

De acordo com o site da Embaixada da China, o pedido do visto terá que ser realizado pessoalmente na Secção Consular, em Lisboa. Contudo, o passaporte com o visto emitido já poderá ser enviado pelo correio. Os pedidos apenas podem ser efetuados durante a manhã, entre as 09:00 e as 12:00 horas. A emissão do visto demora cerca de 4 dias úteis.

Em relação aos requisitos exigidos para obter o visto tem que: preencher devidamente o formulário, o passaporte tem que ter uma validade mínima de 6 meses, tem que entregar uma fotocópia da folha de identificação do passaporte, uma fotografia original atualizada, cópia da reserva do voo de ida e volta e uma declaração da entidade patronal comprovativa da profissão ou, no caso de ser trabalhador independente ou desempregado, uma declaração a explicar o seu tipo de profissão, o motivo da viagem, para além de ter que juntar comprovativo de saldo bancário disponível no valor igual ou superior a € 1000,00.

Para Hong Kong e Macau não é necessário visto para estadias até 90 dias. Para Taiwan não é necessário visto para estadias até 30 dias.

No caso do Tibete é necessário contactar a CITS (China International Travel Service).
Endereço: International Travel Service Corporate – Headquarters
N.103, Fuxingmennnei, Ave. Beijing, China, C.P.100800
Sra. Chen Xiaowen
Tel: (008610) 65222806 ou 85228042
Fax: (008610) 65222812 ou 65222821 ou 65222735
www.cits.net [email protected]

Se estiver no Continente da China e quiser ir a Hong Kong, Macau, Taiwan e depois voltar novamente para o Continente da China tem que solicitar um visto com 2 entradas.
Se estiver em Macau, Hong Kong ou Taiwan e quiser ir ao Continente da China terá que solicitar o visto no Comissariado do Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Popular da China em Hong Kong ou em Macau.

No caso de realizar apenas escala em um aeroporto da China, com uma duração nunca superior a 24 horas, não necessita de visto.

Secção Consular da República Popular da China em Lisboa
Rua de São Caetano n.º 2, Lapa
Linha consultativa da Secção Consular (Língua Portuguesa):
Tel: 213932260, Fax: 213901240
E-mail: [email protected]

Índia
http://www.indembassy-lisbon.org/pt/visa_documents_required_pt.html

Desde julho de 2012, já é possível efetuar os pedidos de visto online através do site https://indianvisaonline.gov.in/visa/. Quando acede a este site é-lhe exigido o preenchimento de um formulário. Depois de preencher o formulário online deve enviar o mesmo para a Embaixada da Índia juntamente com 2 fotografias, o passaporte e a taxa de visto. A partir do momento em que procede ao registo online do formulário tem 30 dias para enviar o pedido para a Embaixada. Caso o pedido online tenha sido submetido depois das 17:00 horas, o pedido na Embaixada não poderá dar entrada no dia imediatamente a seguir, tendo de aguardar até ao dia seguinte, ou 30 dias subsequentes.

O pedido pode ser enviado por carta registada e, nesse caso, o pagamento deverá ser realizado através de vale postal dos correios. Na documentação enviada deve constar o número do seu telefone. O visto pode ser levantado pessoalmente ou, caso tenha sido pedido por correio, a Embaixada envia o mesmo para a morada indicada no formulário do pedido de visto. O visto de turismo custa € 52.

Embaixada da Índia:
Rua Pero da Covilhã, 16 – Restelo 1400-297 LISBOA
Horário: Entre as 09:00 e as 13:00 horas e as 14:00 e as 17:30 horas, de segunda a sexta-feira.
Email: [email protected]
Telefones: 213 041 096; 213 041 097; 213 041 098; 213 041 099

Indonésia
www.kemlu.go.id/lisbon

Até 2015 era necessário visto que podia ser obtido junto da Embaixada da Indonésia em Lisboa ou então à chegada nos principais portos e aeroportos do país. Atualmente, segundo o novo regulamento, não é necessário visto. A isenção de visto abrange os turistas que visitem a Indonésia em férias ou convenções até 30 dias no máximo.

Embaixada da Indonésia em Lisboa
Rua Miguel Lupi, 12, 1.º e 2.º Esquerdo, Lisboa
Telefone: 21 393 20 70; Fax: 21 393 20 79
Email: [email protected]

Laos
É necessário visto que pode ser obtido à entrada no país. O passaporte deve ter uma validade mínima, à data de entrada, de cerca de 6 meses.

Nepal
É necessário visto, que pode ser obtido no aeroporto à chegada ou nas fronteiras. O passaporte tem que ter uma validade mínima de 6 meses.

Singapura
Ao entrar neste país é emitido um visto de turista com a validade até 3 meses. O passaporte deve ter uma validade mínima de 6 meses.

EUROPA

Rússia
http://www.vhs-portugal.com/

É necessário visto turístico de 1 ou 2 entradas, com a validade máxima de 30 dias. Há também o visto múltiplo que permite permanecer na Rússia pelo período máximo de 90 dias. O visto custa € 35 e pode ser pedido através do site do Departamento Consular do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Federação Russa, mediante o preenchimento de um formulário em russo ou em inglês.

Cento de Vistos da Rússia em Lisboa
Rua Anjos 67A, Lisboa, 1150-035, Portugal
Telefone: +351 309 979 009; Fax: +351 214 086 315
E-mail: [email protected]
Horário: de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 17h00

Turquia

É necessário visto eletrónico que pode ser obtido através do sistema eletrónico e-Visa, no site www.evisa.gov.tr. O pedido é realizado online e, depois do pagamento, o visto eletrónico (e-Visa) é enviado para o email do viajante. O E-Visa custa € 15.

ÁFRICA

Egito

É necessário visto de entrada, com validade de 30 dias. O visto deve ser solicitado nas representações diplomáticas e consulares egípcias ou no aeroporto à chegada. A partir de 15 de maio de 2015, os viajantes individuais que pretendam viajar para o Egito devem obter um visto antes da viagem nos respetivos consulados. O visto custa €18.

Embaixada da República Árabe do Egito em Lisboa
Avenida D. Vasco Gama 8; Telefones: 213018301 e 213017909.

Cabo Verde
http://www.embcv.pt/lista_sub.asp?idarea=5&idsub=780

Existe um visto de turismo de entrada única, que permite permanecer 60 dias, pelo preço de € 44,20. Há também a possibilidade de um visto com múltiplas entradas que permite uma permanência de 90 dias consecutivos. O custo é de € 85,60.

Embaixada de Cabo Verde
Avenida do Restelo, n.º 33; Telefone: 213 041 440; Email: [email protected];
Horário da Secção Consular: de segunda a sexta-feira, das 09h00 às 15h30 horas.

Moçambique
http://www.embamoc.pt/crbst_38.html

É necessário visto, cuja modalidade e prazo de duração variam em função das características da deslocação. Pode ser obtido junto dos serviços das representações consulares moçambicanas em Portugal.

Quénia

É necessário visto de entrada e passaporte com validade mínima de 6 meses. A partir de 1 de janeiro de 2014 entrou em vigor o Visto Turístico para o Leste de África (EAVT) e que abrange 3 países: Quénia, Ruanda e Uganda. Este visto é válido por 90 dias, custa 100 dólares americanos e permite a livre circulação entre estes 3 países.

S.Tomé e Príncipe

É necessário visto turístico que poderá ser obtido no aeroporto ao chegar ao país, mediante a apresentação de um comprovativo de reserva em um hotel.

MÉDIO ORIENTE

Jordânia

É necessário um visto de entrada que poderá ser obtido junto de uma Embaixada da Jordânia ou no Aeroporto de Amã à chegada ao país.

CARAIBAS

Cuba

É necessário visto de entrada, que pode ser obtido na Embaixada de Cuba, em Lisboa ou através do site cuba.eu.

Para mais informações sobre os requisitos de entrada nos países consulte o site da Secretaria de Estado das Comunidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *